3 formas de iniciar adequadamente um feedback difícil

Como você se sentiria ao oferecer feedback a um gerente, sócio ou CEO com 20 anos a mais que você? Definitivamente, não parece uma tarefa simples, certo? Estes são uns dos desafios que acabo enfrentando em minha rotina de trabalho, principalmente na condução de processos de coaching.

Apresentar um feedback pode ser simples, mas gerar o aprendizado e a reflexão no outro, dependendo da situação, pode ser um desafio. Geralmente, a falta de confiança (que pode ser criada pela diferença de idade, pelo desconhecimento de seu trabalho e experiência, pela posição que ocupa, pelo tempo que atua, pela roupa que veste, pela forma como se comunica, etc.) existente entre você e a outra pessoa será o maior problema a ser enfrentado.

Você já ofereceu feedback para alguém que parecia, simplesmente, ignorar cada palavra que dizia, como se você fosse um lunático? Você já experimentou a sensação de apresentar alguns comentários para ajudar alguém e, a cada palavra dita, a pessoa a sua frente se sentir mais ferida, magoada e chateada (chegando, até mesmo, a chorar copiosamente)? Este post pode te ajudar a evitar que essas situações se repitam no futuro.

Para que possa ter melhores respostas em seus feedbacks futuros, vou apresentar 3 formas para que prenda a atenção da outra pessoa e a engaje no processo de aprendizagem que esta comunicação pode gerar. Essas dicas são especialmente eficientes quando uma conversa difícil é esperada por ambas as partes:

 

1- Explique o porquê você oferecerá o feedback

As pessoas tendem a ser mais receptivas a informações que tenham o intuito de ajudá-las. Deixe-as saber disso. As pessoas podem até aceitar serem desafiadas, desde que você mostre que se preocupa pessoalmente com elas. Para isso, pode começar a conversa com a simples frase abaixo:

“Vou te oferecer estes comentários, pois tenho grandes expectativas e sei que você é capaz de alcançá-las e superá-las.”

 

2- Iguale sua posição a da outra pessoa

Não gostamos de feedback difíceis, pois nos fazem sentir inferiores. Portanto, mostrar para a outra pessoa que você vive (ou já viveu) os mesmos problemas, que também comete (ou cometeu) erros e que está em um processo de melhoria contínua, fará com que a pessoa se sinta mais confortável:

Vagas

“Eu sou muito grato por todos os benefícios e aprendizados que obtive com cada feedback recebido. E, neste momento, gostaria de retribuir a você.”

 

3- Faça o outro solicitar o seu feedback

“Notei alguns pontos de melhoria para sua carreira. Você gostaria de aprender a lidar melhor com os desafios profissionais que enfrenta atualmente?”

 

Todo ser humano é curioso e tende a prestar muito mais atenção quando está “matando essa curiosidade”, mesmo que para isso tenha que receber um feedback duro. Se você disser que sabe como ajudar alguém a resolver um problema e perguntar se ela tem interesse em ouvir, garanto que a resposta será positiva.  Além disso, quando as pessoas tomam a decisão de ouvir o que você tem a dizer, elas se tornam muito mais receptivas, independente da temperatura da conversa.

 

_

Sobre o autor
Allan Lopes é  Coaching Sistêmico, membro da Internacional Coach Federation, Master Practitioner em PNL e especialista em gestão de performance e em processos de mentoring e coaching aplicados ao ambiente corporativo. Sócio da Soar Desenvolvimento Humano e responsável pela área de Consultoria em Recursos Humanos.

O post 3 formas de iniciar adequadamente um feedback difícil apareceu primeiro em Portal Carreira & Sucesso.

Fonte: https://www.catho.com.br/

Avalie esta postagem

Ultimas Vagas

Comentários no Facebook