Como ser um palestrante de sucesso

Autor: Reinaldo Passadori

Ao observarmos as tendências, modismos, modificações do mercado de trabalho, impressiona-nos a quantidade de possibilidades e novidades que surgem a cada período de tempo. Há algum tempo, tivemos diante das próprias circunstâncias de muitas pessoas altamente qualificadas sendo demitidas, porque atingiram uma certa idade e, em tentativas de uma recolocação, não conseguiam voltar ao mercado nas mesmas condições salariais. Surgiu, nesse período, o início de consultores e consultorias, ou seja, profissionais utilizando suas expertises em prol de organizações que necessitavam desse tipo de especialista. Houve um crescimento vertiginoso desses profissionais. Na sequência entramos na era do Coaching, ainda em vigor, com escolas de formação em coaching e a respectiva prestação de serviços dessa natureza. Agora estamos na era das palestras e dos palestrantes.

Para nós, do Instituto Passadori, não é novidade a preparação de pessoas para falar em público, e as temos preparado há mais de 30 anos: muitas para dar aulas, outras para proferir palestras, outras para liderar, outras para atender bem aos seus clientes, outras para negociar e também vender. Com o desenvolvimento de palestrantes e a demanda das organizações desse tipo de produto, surge uma ótima oportunidade para aqueles dotados de conteúdo e preparo para envolver e encantar pessoas com a sua fala, além de ser uma atividade muito bem remunerada. A formação de palestrantes parte do pressuposto da seguinte questão: O que eu tenho para falar e que empresas ou pessoas pagariam para me ouvir?

Há diversos tipos de palestras, por exemplo, as motivacionais, técnicas, de entretenimento, persuasivas, informativas, além de levar em consideração diversos tipos de eventos, tais como convenção de vendas, lançamento de produtos ou até anúncios de novidades para os colaboradores. A formação de um palestrante não depende apenas do conteúdo que tem para compartilhar, mas também do seu jeito de falar, do carisma, da habilidade de conduzir uma linha de raciocínio, a capacidade de motivar e encantar pessoas, de ser engraçado, de falar com assertividade, de ser criativo.

Além desses atributos relacionados especificamente ao estilo, deve ser um bom comunicador, sabendo utilizar bem a sua voz, a sua expressividade corporal, o desenvolvimento da sua linha de raciocínio, conhecer os meandros da utilização adequada de recursos audiovisuais, habilidade no preparo do roteiro, de conhecer técnicas de retórica para saber como iniciar, desenvolver, concluir uma apresentação, além de saber contar uma boa estória, ter uma fala limpa, sem vícios e também um bom vocabulário para ter fluência verbal.

Ser um bom palestrante significa também ter noção de empreendedorismo, montar sua própria empresa, saber fazer seu marketing e se vender. Aliás, uma das melhores formas de vender uma palestra é proferindo palestras e, na medida do interesse e do encantamento gerados, interessados surgem para contratá-lo (a).

Há aqueles palestrantes de uma palestra só, dominam um único tema ou conhecem uma só estória e não se reciclam, nem se preocupam em crescer e oferecer sempre algo novo para seus eventuais clientes. Tendem a ter vida curta e acabam cansando ou sendo conhecidos no mercado como pessoas limitadas. Manter-se atualizados, oferecendo novas ferramentas e recursos, flexibilizando-se a cada situação, que pode ser em relação ao tipo de público, tema, época, objetivo, tipo de evento, quantidade de pessoas é uma das maiores qualidades esperadas de um palestrante.

Não nos iludamos em relação aos valores pagos pelo mercado. Há, claro, aqueles palestrantes que cobram (ou dizem que cobram) R$ 20 mil ou R$ 50 mil por palestra, ou até mais. São raros esses casos, fruto da notoriedade, da fama, da senioridade e experiência de palestrantes e do conteúdo rico o suficiente para proporcionar mudanças significativas nas atitudes ou nos comportamentos dos ouvintes. No entanto, uma pessoa ainda no começo de sua jornada não pode reclamar se receber de R$ 2 mil a R$ 5mil. Com um pouco mais de experiência e nome, além dos resultados das palestras proferidas, o valor pode ir subindo para R$ 8 mil a R$ 10 mil por palestra e assim, sucessivamente. Não se desespere se, no início da sua carreira como palestrante, fizer algumas sem absolutamente nenhuma remuneração, mas apenas para ganhar alguma experiência. Vale o investimento.

Como todo negócio, precisa de preparação, amadurecimento, vivência, experiência e isso, não ocorre do dia para a noite. É necessário estudo, preparo, dedicação, treino, muito treino e um contínuo aprendizado, pois a cada dia, nas circunstâncias e cenário atual, estamos diante de um contexto de rápidas e vertiginosas mudanças.

Vagas

A abordagem que julgo mais importante, por isso, deixei para falar sobre ela no final, é a consciência da missão de servir. Um bom palestrante é um servidor de pessoas, alguém que fica feliz em sentir-se útil para elucidar, esclarecer, orientar, propor reflexões apoiar pessoas em suas mudanças de comportamentos, crenças, atitudes e paradigmas, contribuindo para o sucesso pessoal ou profissional e para as empresas, gerando colaboradores mais esclarecidos, engajados, motivados e comprometidos com o seu trabalho e a sua missão pessoal.

Dentre tantas atividades remuneradas e prazerosas da atualidade no mundo executivo e de educação, destaca-se a de ser palestrante. Além de exigir um forte desejo para ingressar nessa carreira, são necessários outros atributos fundamentais para tornar um profissional em um palestrante bem sucedido. Não basta ter conhecimento ou domínio sobre um tema e sair por aí se propondo a falar sobre o assunto. Se assim fosse, qualquer professor, Mestre ou Doutor, seria automaticamente um palestrante. Há mais de 30 anos preparamos pessoas que buscam ferramentas para transformarem os seus saberes,  e suas crenças em algo útil e, com isso, serem remuneradas. A seguir, apresento algumas sugestões básicas para quem deseja tornar-se palestrante ou, para quem já está no segmento, para um contínuo aperfeiçoamento:

– É necessário ter conhecimento sobre temas de interesse das organizações ou temas atuais mais procurados pelos profissionais do mercado. Hoje, conforme pesquisa da ABTD – Associação de Treinamento e Desenvolvimento, o tema mais procurado é Liderança e Comunicação.

– Estude seu cliente, saiba tudo o que puder sobre sua missão, visão, valores, cultura e público alvo. Personalize sua palestra (na elaboração da proposta), não só nos objetivos, mas a todo esse conjunto de dados coletados.

– Saiba fazer uma palestra levando em conta o objetivo, o conteúdo, ilustrações, além das técnicas de autocontrole, de saber usar a voz e o corpo, de organizar ideias e, por fim, saber falar o português corretamente.

– O valor a ser cobrado por esse serviço deve ser coerente com o quanto você é conhecido no mercado, se tem livros publicados, se tem referências, o número de palestras já realizadas e sua imagem. Outro ponto importante a considerar, é que quem define o seu valor não é você, mas o mercado.

– O importante da missão de um palestrante é a doação, o serviço prestado com entusiasmo e amor. O  sucesso, o prestígio, o reconhecimento e a remuneração são consequências da sua capacidade de influenciar pessoas e para isso, você irá usar a sua voz, a sua inteligência, a sua sensibilidade, o seu conhecimento, a sua habilidade de persuadir, encantar, envolver e influenciar pessoas.

– Além do domínio de técnicas de oratória, são importantes também outras características, destacando-se: cultura geral, sensibilidade, bom humor, elegância, respeito, prontidão, organização, simpatia, empatia, assertividade, desenvoltura e objetividade.

– Preparar-se é fundamental. Além do curso de Comunicação Verbal, também existem cursos de gestão e preparo da carreira de palestrante e  bastante treino, ter sempre novidades e aprender sempre.

– Ter visão empreendedora é fundamental. Isso significa tratar palestras como negócio, observando o produto, marketing, vendas, negociação, entrega do produto, relacionamento,  pós-venda etc.

Se você se viu realizando todas as ações sugeridas, desfrute de uma das mais fascinantes e rentáveis profissões, principalmente se essa for a sua vocação, pois agora, você só precisa preparar-se para uma vida de sucesso e realização.

O post Como ser um palestrante de sucesso apareceu primeiro em Catho Carreira & Sucesso.

Fonte: https://www.catho.com.br/

Avalie esta postagem

Ultimas Vagas

Comentários no Facebook